O bichinho da fotografia começou a meter-se comigo quando eu estava num jantar com familiares e amigos. Estava bem comigo mesmo e com os outros, mas comecei a ser assolado por pensamentos estranhos. "Não há vento", "A maré está a vazar", "Está quase na hora do pôr do sol".... não aguentei, foi mais forte do que eu, levantei-me e disse que ia ali tirar uma foto e voltava já. Umas horas depois de ter estado numa praia deserta, até ser noite, o Senhor da Pedra fez com que a minha vontade de fotografar voltasse e ainda está de Pedra e Cal! A cimentar esta vontade está todo o incentivo que recebo, principalmente na página de fabebook. Fotografar é um acto solitário mas depois sabe bem o reconhecimento.

Senhor da Pedra, Miramar, Portugal